Sétimo lugar positivo apesar de alguns contratempos

 

Desta vez ao lado de Manuel Castro tive o privilégio de participar num dos ralis que mais gosto do CNR e no final o saldo é bastante positivo ainda que alguns problemas nos retirasse a possibilidade de terminar melhor classificados.

Sabíamos que seria um rali muito difícil para nós pois para além de se tratar de um dos ralis mais difíceis do campeonato, as constantes incertezas na meteorologia e também o facto de estarmos a correr juntos pela primeira vez não facilitaria muito. Ainda assim entramos bem mas a nossa escolha de pneus não foi a mais apropriada para as características do rali e sofremos bastante, especialmente nas segundas passagens pelas classificativas. Além disso tivemos um furo na penúltima especial que nos arredou definitivamente da luta por uma posição melhor.

Apesar de tudo estou contente com o resultado e com o trabalho do Manuel Castro ao longo da prova que tudo fez para evoluir mas infelizmente o set-up do carro e os pneus não ajudaram muito.

Não posso terminar sem mais uma vez agradecer o convite do Manuel Castro e do Luis Costa para eu participar nesta prova onde guardarei para sempre no meu álbum das boas recordações pois foi aqui que conquistei o meu primeiro título absoluto de ralis.